Os tijolos de vidro estão voltando, novamente, à arquitetura

 

Em 1977, um artigo do The New York Times escrito por Carter B. Horsley proclamava “o auge dos glamorosos tijolos de vidro”: antes um material “de segunda categoria”, os tijolos de vidro começavam a ganhar aceitação entre arquitetos em projetos residenciais e de restaurantes por sua translucidez, privacidade, interesse visual e senso de ordem. Após o uso breve, mas generalizado, de tijolos de vidro, muitos agora associam o material a estilos arquitetônicos desatualizados dos anos 80, uma estética que poucos parecem interessados em reviver. No entanto, arquitetos contemporâneos pioneiros começaram a usar esse material exclusivo de maneiras novas e distintamente modernas, seja para banheiros elegantes e minimalistas, bares e restaurantes industriais, janelas residenciais vintage ou até fachadas urbanas experimentais. Como Horsley afirmou, parece que os tijolos de vidro glamourosos estão no auge – de novo.

 

O que, exatamente, é um tijolo de vidro?

Tijolos de vidro, também chamados de blocos de vidro, são elementos arquitetônicos de vidro que admitem a passagem da luz, mas mantêm a privacidade visual devido às suas propriedades translúcidas. A patente original do tijolo de vidro, registrada em 1907, descreve-o como um processo de fusão de duas seções de vidro em um único bloco com um centro oco. Essa combinação exclusiva facilita a translucidez do material e, portanto, suas propriedades de luminosidade e privacidade, além de suas qualidades isolantes, como amortecimento acústico, isolamento de energia e acústico. Esses blocos podem ter qualquer variedade de tamanhos, mas geralmente têm entre 5 e 8 centímetros de espessura. Durante o processo de fabricação, eles podem ser alterados de várias maneiras para obter diferentes efeitos estéticos ou níveis de transparência, inclusive variando a textura ou a cor dos blocos, criando formas diferentes, como hexágonos, ou curvando os blocos como parte de uma peça. design predeterminado. Da mesma forma, esmaltes ou pastilhas podem ser adicionados a cada bloco, ou os padrões podem ser pressionados no espaço interior ou na superfície externa enquanto estiver esfriando.

Normalmente, uma parede ou janela de tijolo de vidro é composta por uma matriz desses blocos de vidro idênticos. Eles são relativamente fáceis de montar e podem ser fixados em conjunto com vários métodos diferentes, sendo o mais comum o uso da argamassa à base de cimento Portland, com hastes de reforço em aço. Na Europa, os tijolos de vidro são fabricados de acordo com a norma europeia EN1052-2, enquanto a norma internacional é a ISO TC 160 / SG1. Esses padrões classificam os tijolos de vidro em três categorias de classificação com base na qualidade da fabricação.

 

A história do tijolo de vidro

A história do tijolo de vidro é complexa, com variações do material muito anteriores à sua patente em 1907. Durante séculos, os navios usaram “prismas” para fornecer luz solar natural sob as coberturas. Consistiam em prismas de vidro colocados no convés que refratavam e dispersavam a luz natural no espaço abaixo sem debilitar as tábuas, corrigindo os problemas que ocasionavam as velas e as lâmpadas de querosene, eram imensas ameaças de incêndio para barcos de madeira.

Finalmente, no final do século XIX, Gustave Falconnier patenteou o primeiro bloco de vidro oco, chamado Falconnier Hollow Glass Bricks. Ao contrário do tijolo de vidro moderno, fabricado pela combinação de duas peças de vidro, os Falconnier Bricks eram ocos somente onde o vidro era soprado, tornando-o menos resistente e durável. Esses tijolos foram usados principalmente para construção de estufas e como material de preenchimento para edifícios.

No entanto, esses três precedentes foram fundamentais para a criação do moderno bloco de vidro no início do século XX. Derivando de seu efeito translúcido, a função de iluminação dos prismas de convés e calçada e suas aplicações arquitetônicas dos Falconnier Bricks, o bloco de vidro não foi de forma alguma uma invenção isolada, mas simplesmente um desenvolvimento das inovações existentes nos prismas de vidro.

Fonte: ArchDaily

You can add any HTML here (admin -> Theme Options -> Promo Popup).
We suggest you create a static block and put it here using shortcode

close